quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Se você não controla a sua mente, alguém mais irá controlá-la

O mundo ao redor controla nossos comportamentos de diversas formas: as pessoas, os ambientes físicos, outros animais... Sentimo-nos bem quando uma pessoa que gostamos nos diz algo agradável ou mal se somos mal tratados. O chefe estressado nos tira do sério; um salário esquecido recebido nos faz sorrir. Estamos o tempo todo sendo "manipulados" pelo meio ao redor - e tudo o que não é o "eu" é o ambiente externo.

Imagine uma pessoa deprimida que acorda pela manhã e sente aquela angústia do despertar perpassando por todo o seu corpo. Ela diz para si mesma: "Hoje será mais um dia que irei sofrer...". Essa pessoa, ao se preparar dessa forma para o dia vindouro, torna-se, automaticamente, mais sensível para as coisas ruins que irão lhe acontecer e mais insensível para o que acontece de bom.

Tomar o controle da própria mente é compreender quais são as influências mais intensas que o ambiente está tendo sobre a vida e direcionar tal influência para proveito próprio: se eu sei, por exemplo, que uma pessoa me tira do sério, eu devo evitá-la ou criar uma maior resistência a esse indivíduo.

A maioria das pessoas está sempre reclamando que não conseguem atingir determinados objetivos ou que não conseguem controlar seus sentimentos: mas elas nada fazem para entender o que está impedindo que elas atinjam esses objetivos ou como seus sentimentos surgem. O autoconhecimento é importantíssimo - e isso diz respeito a entender a si mesmo e também ao mundo que lhe cerca.

Algo sempre estará nos controlando: se você não controla a sua mente, alguém, algo que você provavelmente desconhece, controlará sua mente por você.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...