quarta-feira, 22 de julho de 2015

Aproveite seus 15 minutos de vergonha

Quando um profissional decide ir para a televisão e falar o que pensa sobre o que for, ele precisa estar preparado, precisa ter certeza do que vai dizer e que sabe realmente do assunto. Alguns cursos universitários como a Psicologia podem gerar no profissional a falsa sensação de "entender de tudo": por ser um curso extremamente genérico e não ensinar especificamente a resolver nenhum problema, mas apenas de forma generalista, pode colocar na cabeça do sujeito que ele entende de tudo.

15 minutes of shame
Acredito que essa crença de que pode tudo seja a exceção e não a regra entre os profissionais da psicologia.

Vamos aos fatos, uma psicóloga (clique aqui para ver o vídeo) decidiu falar sobre o que não sabia e, aparentemente, teceu comentários sobre ciúmes que tinham mais a ver com suas experiências pessoais do que com a realidade, ela disse em suas pérolas:

"Se seu namorado não atende o celular, ele tem outra com certeza" - respondendo a uma pergunta de uma telespectadora sobre os motivos do seu namorado não lhe atender.

"Só existe ciúmes se houver uma terceira pessoa, ninguém inventa ciúmes do nada"

"Sempre existe uma causa para o ciúme, converse com seu namorado para descobrir a causa"

"A individualidade é importante, mas os casais devem deixar seus parceiros olharem o facebook um do outro"

Uma telespectadora disse que sente dor de barriga e tremedeira quando está longe do namorado e pergunta o que pode ser. A psicóloga responde: "É insegurança", sem conhecer o histórico da pessoa.

Nem sempre ciúmes é algo que deve ser resolvido com seu parceiro(a) - pode ser algo que você precisa resolver sozinho mesmo. Tampouco é algo que precisa ter uma causa no seu relacionamento atual, circunstâncias da sua história de vida podem ter feito você desenvolver o sentimento que foi transferido para a atualidade.

Relacionamentos amorosos não começam do zero, ao contrário, de certa forma estamos sempre dando continuidade aos nossos relacionamentos anteriores quando encontramos novas pessoas. Para mim, esse foi o principal erro da psicóloga: considerar que as causas de um problema estão sempre na atualidade quando, na verdade, temos uma vida inteira antes do relacionamento que determina porque agimos assim.

A psicóloga americana Andrea Bonior deu excelentes dicas sobre como evitar os ciúmes nas redes sociais, problema que, segundo ela, é um dos que mais se desenvolveram com as hiperinformações que temos hoje em dia.

Uma das dicas dele que eu considerei mais importante foi: evite a saturação das redes sociais. Viva a vida real. Estar o tempo inteiro se informando sobre seu ex ou atual é extremamente prejudicial - saia dessa rotina e vá viver sua vida, obtendo novas experiências que tirarão a ideia do ciúmes de sua cabeça.


Cuidado com dicas de supostos profissionais. Elas podem ser devastadoras. Imagino a reação da namorada que ouviu da profissional: "Seu namorado está lhe traindo, tenho certeza", dito com tanta naturalidade que uma pessoa descuidada poderia até terminar seu namoro baseado na certeza absoluta da psicóloga. Não subestimem o poder destrutivo de supostos especialistas na televisão!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...