sexta-feira, 3 de julho de 2015

A rotina de um hábito 2 - colocando um novo comportamento no lugar

Hábitos são extremamente confortáveis para o cérebro. Imagine que fazer a mesma coisa, todos os dias, faz com que você não gaste energias pensando e fazendo coisas novas - o que exigiria muito mais esforço.

É fácil perceber o quão difícil é fazer algo novo: se você for destro, tente escrever com a mão esquerda. Se você canhoto, com a mão direita. É bem provável que você sinta algo estranho no seu corpo, algumas pessoas inclusive disseram se sentir angustiadas.

Human body, Kern Thompson
Isso ocorre não apenas porque você "não foi feito para escrever com a outra mão", mas sim porque você está fazendo algo que não está acostumado a fazer e isso gera uma sensação diferente pelo corpo.

Então, quando você para de fumar, vai se sentir "angustiado" - o seu corpo espera tanto pela nicotina (dependência física) quanto pelo comportamento de colocar o cigarro na boca e sentir prazer nisso (dependência psicológica).

É preciso, no entanto, colocar outra função no lugar do cigarro. Muitas pessoas usam chicletes ou bebem café no momento em que sentem vontade de fumar - e isso pode funcionar (é importante lembrar que as pessoas são diferentes e testar formas de comportamento que exerçam a mesma função que o cigarro é crucial para encontrar algo que realmente possa substituir o cigarro).

Mas essa regra não vale apenas para quem fuma, mas para a mudança de diversos outros hábitos: exercícios físicos, estudos, parar de beber ou usar drogas, arrumar um emprego etc.

Procure a função que seu hábito exerce e substitua oferecendo para o seu corpo exatamente a mesma sensação que o mau hábito anterior oferecia - mas agora com um bom e saudável hábito no lugar.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...