domingo, 5 de abril de 2015

A psicologia das multidões: um retrato da realidade

Falarei agora sobre o livro "A Psicologia das Multidões", de Gustave Le Bon. Antes de começar, gostaria de explicar parte do título: um retrato da realidade soa, para mim, como uma imagem "verdadeira" da realidade. Mas, o próprio termo explica a situação - é apenas um retrato, um trecho da realidade retirado das observações de uma pessoa.

Crowd I, by suman choudhury
Em seu livro de 1895 (ou seja, antes de Hitler, Fidel, Lula etc), Le Bon analisa as multidões, aglomerados de pessoas com uma finalidade específica, e explica como pessoas sozinhas se comportam de forma diferente do que quando estão reunidas. 

Apesar de seu livro ser filosófico e não científico, a acuracidade de suas informações com a atualidade é incrível. Algumas características que ele dá para as multidões:

- As multidões são sempre dominadas pelo inconsciente (isto é: elas não agem racionalmente, são irracionais e controladas, seus comportamentos são dominadas por suas imaginações, jamais por raciocínios ou argumentos);

- Todos são iguais dentro de uma multidão;

- Um líder pode facilmente manipular uma multidão através de sua imaginação, tanto quanto um hipnotizador pode controlar os comportamentos de um hipnotizado;

- São impulsivas, instáveis e irritáveis;

- Podem ser heróicas ou criminosas.

Entendo que o livro de Le Bon está desatualizado, na própria edição afirma que o maior sucesso do autor é ter sido citado por Freud em um de seus livros, entretanto é incrível a precisão com que o autor descreve multidões de pessoas tanto na Alemanha Nazista quanto no Brasil atual.

Um grupo de pessoas guiados por um líder que trabalha em suas imaginações e não usa de argumentos lógicos e sim de conceitos abstratos, criando um inimigo comum que, se destruído, trará a paz e a felicidade para todos. Em uma multidão, o intelectual e o ignorante são idênticos, agem da mesma forma, são fascinados pela figura do líder que determina todos os seus passos. Uma pessoa que tenta argumenta com raciocínios para uma multidão se sentirá extremamente frustrado e suas tentativas serão inúteis.

Não é familiar?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...